Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O que só tu e eu e pouco mais entende

Eu não sei escrever, apenas tenho muitas, muitas histórias! by Nessie

O que só tu e eu e pouco mais entende

Eu não sei escrever, apenas tenho muitas, muitas histórias! by Nessie

ODEIO emprestar coisas

Com este post, podem achar que preciso de apoio psiquiátrico, o que não deve andar muito longe da verdade.

Mas por que raio é que as pessoas têm a mania de pedir emprestado? O que é meu é meu, em todos os aspetos! Até não me importo muito de emprestar as minhas coisas, desde que não sejam livros. Queres? Compra!

Se não foi audível o suficiente DETESTO EMPRESTAR LIVROS.

Eu prefiro dar a emprestar! O que significa que acabo por ser melhor pessoa que os demais. Não vos parece?

Sou uma rapariga que dá valor ao que tem, sou estimadinha, mas quando me pedem livros emprestados fico doente! Como sou muito querida e fofa e uma amiga 5 estrelas (o que resumindo significa que sou uma grandessíssima totó), nunca digo que não! Levem tudo o que quiserem! (Se quiserem dou-vos a chave de minha casa, existem lá sacos para transportar, aproveitem e de caminho bebam um cafezinho).

Fico toda roída por dentro. Ao ponto de roer todas as unhas das mãos e pés e ainda arrancar fio a fio da minha longa e farta cabeleira. Emprestar livros é do pior que há. Prefiro levar um murro no estômago. (Bom, isto é um pouco exagerado. Serve apenas para dar mais ênfase à coisa).

As pessoas não estimam as coisas emprestadas. E fazem muito bem, porque deveriam estimar? Não é delas, como tal até podem limpar o rabo às folhas. Quando fazem o favor de mos devolver, os livros nunca voltam como foram. Envelhecem 30 anos, os tadinhos. Saem da "casa da mãe" crianças e voltam velhos de bengala. Isto quando voltam. Às vezes dão-me a notícia que faleceram e nunca mais os vejo.

E quando essa gente (muitas delas minhas amigas, que eu adoro muito, beijinhos para todas), levam os livros para a praia? As pessoas vão para a praia para ganhar cor, os livros quando vão à praia perdem a cor, desbotam, até fico com urticária só de pensar nisso!

Não me peçam mais livros emprestados por favor. Tenham vergonha na cara. É que se me pedirem eu empresto, sou bem educada, não sei dizer que não, mas depois... Será que não percebem que, por detrás do meu pseudo sorriso lindo, estão uns olhos em chamas, está um olhar de horror e pânico? Isto deve ser uma doença, o pedir-se emprestado.

As pessoas estão viciadas nisso, só pode. Deviam frequentar umas reuniões tipo os "lend anonymous" para ver se isso passa. "DESLARGEM-ME"!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Atenção que incuto no meu filho, sempre que posso, o espírito da partilha. Ele ODEIA emprestar (como eu compreendo o meu pequenote, deve ser genético). Mas como boa mãe que sou OBRIGO-O a partilhar. Lá diz o ditado. “Faz o que eu digo, não faças o que eu faço”.

2 comentários

Comentar post